PROJETO DE LEI 247/2013 que PROÍBE REFRIGERANTES E SALGADOS FRITOS NAS ESCOLAS DA REDE PÚBLICA E PRIVADA

PROJETO DE LEI 247/2013 que PROÍBE REFRIGERANTES E SALGADOS FRITOS NAS ESCOLAS DA REDE PÚBLICA E PRIVADA

1186101_455861607844420_235992607_n

Ver. Marcel Alexandre protocolou hoje o PROJETO DE LEI 247/2013 que PROÍBE REFRIGERANTES E SALGADOS FRITOS NAS ESCOLAS DA REDE PÚBLICA E PRIVADA.

(DISPÕE sobre a promoção da alimentação saudável nas escolas das redes pública e privada da educação básica no município de Manaus).

Manaus se prepara para Dia D de Multivacinação

Manaus participa, neste sábado (18), do “Dia D” de Multivacinação, que acontece em todo o País. A data marca o início da campanha de atualização do calendário básico da criança, que se estenderá até o próximo dia 24. A ação é voltada todas as crianças menores de 5 anos.
A campanha para a vacinação em dia é uma estratégia onde estarão disponíveis todas as vacinas do calendário básico da criança. São elas: BCG, hepatite B, pentavalente, vacina inativada poliomielite (VIP), vacina oral poliomielite (VOP), rotavírus, pneumocócica 10 valente, meningocócica C conjugada, febre amarela, tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) e DTP (difteria, tétano e coqueluche). A partir desta campanha, passam a fazer parte do calendário básico a vacina pentavalente e a VIP.
Em Manaus, a abertura oficial da campanha será feita na Policlínica Raimundo Franco de Sá, no bairro Nova Esperança I. Neste “Dia D”, todas as Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal, e os CAICs da rede estadual – num total de 373 pontos de atendimento –, funcionarão das 8h às 19h para imunizar as crianças. Nas unidades da rede municipal (UBS e Policlínicas) as crianças também estarão recebendo (mediante triagem) uma megadose de Vitamina A.

A oferta do suplemento tem a finalidade de ampliar a proteção contra quadros graves de doenças como diarréia, pneumonias e outras infecções relacionadas à deficiência da vitamina e faz parte das ações do programa Brasil Carinhoso, do Governo Federal, executado em parceria com Estados e Municípios. Para executar as duas ações, mais de 2,6 mil servidores da saúde estarão atuando neste sábado.

Todos os menores de cinco anos devem comparecer a um posto de vacinação para verificar se o esquema vacinal está completo e se há necessidade de atualização. Além dos fixos, também haverá postos volantes, que estarão preparados para atender a população alvo (são cerca de 14,1 milhões de crianças nesta faixa etária).

Para a operacionalização desta campanha, o Ministério da Saúde repassou R$ 18,6 milhões do Fundo Nacional de Saúde (FNS) aos fundos estaduais e municipais de todo o País. Haverá o envolvimento de 350 mil profissionais de saúde e a utilização de cerca de 42 mil veículos.


ENCHENTE HISTÓRICA

Com o crescente aumento do nível das águas dos rios Negro e Solimões mais de cinco mil famílias estão desabrigadas em todo o Amazonas. Pelos cálculos da Defesa Civil Estadual os recursos enviados pelo governo Federal são insuficientes para atender a demanda das vítimas da cheia. Os órgãos públicos e assistenciais que prestam socorro aos afetados pela catástrofe pedem ajuda a toda sociedade e nós, povo de Deus, não pudemos nos furtar desse auxílio. Para isso traga até a sede da Embaixada Cristã Jerusalém (ao lado do templo MIR/Ponta Negra) alimentos não perecíveis, água mineral, agasalhos e medicamentos.

Até a próxima quarta-feira, 30, todos os donativos arrecadados para socorrer essas vítimas começarão a ser direcionados para os órgãos, como Defesa Civil e secretarias assistenciais que darão destino a todas as doações encaminhadas pelos membros do MIR. Faça sua parte!

Rio Negro tem novo recorde e ultrapassa cheia de 2009

Nivel da água chegou a 29,78 metros, um centímetro a mais que há três anos
O rio Negro, em Manaus, superou nesta quarta-feira a cheia histórica registrada em 2009 ao atingir nível de 29,78 m, superando em 1cm o recorde anterior de 29,77 m. A maioria dos picos da cheia acontece no mês de junho, 19% em julho e apenas 6% em maio, de acordo com dados do Serviço Geológico do Brasil (CPRM). É a maior cheia em 110 anos, desde quando começou a ser feita a medição no porto de Manaus, em 1902.
Antes de 2009, o recorde de cheia foi registrado em junho de 1953, quando o rio Negro atingiu 26,69 metros. Na avaliação do chefe de Hidrologia do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Daniel Oliveira, as cheias são fenômenos naturais e ocorrem em maior ou menor magnitude devido a precipitação que ocorre em toda a bacia hidrográfica. “No caso de 2009 e deste ano, tivemos o fenômeno La Niña, que provocou maiores precipitações na Amazônia”.

Mais de 10 mil famílias, em 11 bairros de Manaus, foram atingidas pela subida do nível do Negro. Entre os locais mais afetados está o centro da cidade, incluindo o prédio da Receita Federal e a alfândega portuária, onde um trecho da avenida Eduardo Ribeiro foi fechado pelo instituto de trânsito municipal, e bairros como Raiz, Educandos e Glória.

Preocupado com as inúmeras famílias desabrigadas em razão da cheia dos rios do Amazonas, o vereador e apóstolo Marcel Alexandre está empenhado em angariar donativos para serem remetidos aos atingidos pela enchente. Para isso, o parlamentar solicita a todos os leitores, amigos e parentes do projeto do Governo do Justo para seunirem a causa contribuindo com alimentos, agasalhos e água mineral. Quem desejar contribuir com essa ação deve procurar a pastora Neide, no prédio da Embaixada de Jerusalém, anexo ao templo do MIR/Ponta Negra.

Com informações: Ig