Um Novo Tempo para Manaus

Matéria: Ayda Rodrigues
Fotos: Raquel Leonel

O Vereador Isaac Tayah (PTB) venceu no último dia 22 a eleição para a Presidência da Câmara Municipal De Manaus (CMM) com o apoio do Vereador Marcel Alexandre (PMDB), que fica como 1º. Vice-Presidente da CMM no biênio 2011-2012, eles pretendem implementar um gestão capaz de aproximar a população da cidade de Manaus a “Casa do Povo” na busca de ter uma Câmara de gestão participativa com a sociedade.
Essa vitória se deu por conta do apoio de 20 vereadores, inclusive com os da oposição. A insatisfação da maioria dos vereadores com o posicionamento e descaso do Prefeito relacionado com o que acontece na cidade e de como era tratada a posição da câmara em matérias polêmicas, como o da Zona Azul foi determinante para o êxito na conquista da presidência da Casa.
A maneira como estavam sendo discutidas as matérias, os pedidos de urgências demasiadas da bancada do prefeito e a insatisfação do povo, foram fatos que começaram a gerar um desgaste no nosso grupo e, nós pensamos que podíamos mudar tudo isso”, explicou Marcel Alexandre.
Além do apoio do PMDB, do ex- governador e senador eleito Eduardo Braga somaram esforços também o PTB, PP e o PRP.

Vale ressaltar que por conta da vitória de Carlos Souza (PP) – que deixará o cargo de vice-prefeito para retornar a Câmara dos Deputados – o vereador Isaac Tayah, terá a incumbência de responder pela cidade no lugar do Prefeito.

    O descontentamento com a lentidão das obras, as respostas insatisfatórias, os serviços indevidos com os prestadores foram aumentado todo o desgaste da bancada, uma vez que estava sendo dada ao Prefeito toda a condição de trabalho à frente da Prefeitura.

    O presidente eleito, diz que sua gestão será baseada no equilíbrio, na independência do Poder Legislativo e na proximidade com as comunidades. “Buscamos aquilo que for o melhor para a cidade. Não tenho como me sentar numa cadeira de vice-prefeito sem harmonia com os poderes. Aquilo que for polêmico, discutiremos com a comunidade. A prefeitura terá que aprender a fazer projetos e discuti-los, melhorando seu quadro de funcionários técnicos”, exaltou.

    Isaac deixa claro que essa independência não significa revanchismo. Que sua conquista ocorreu por conta da crença e empenho do grupo formado que acreditou numa mudança e por conta disso conquistou a vitória.